Parceria entre Wall Street Institute e Projeto Instigar

 

Divulgue para seus amigos

Dentro das atividades de parceria entre Projeto Instigar e Wall Street Institute, foi realizado um evento na quinta feira da semana passada, dia 24/Junho, no Centro de Convenções do Shopping Nações Unidas em São Paulo, para um grupo de cerca de 50 pessoas.

Neste evento patrocinado pelo  Wall Street Institute, a psicanalista Débora Andrade ministrou a palestra  Você está satisfeito com as suas Escolhas? Confira alguns trechos curtos em vídeo, preparados pela ePress Comunicação, e veiculados no recém lançado blog da escola:

Fique atento ao calendário de eventos, e venha participar dos próximos encontros!

—-

Leia mais a respeito:

Wall Street Institute:  Site Principal / Blog

ePress Comunicação:  Site Principal e Blog

Projeto Instigar:  Site Principal / Facebook  / Twitter

Mantenha-se informado sobre as próximas atividades do Projeto Instigar via:

Projeto Instigar @ FaceBook Projeto Instigar @ Twitter Projeto Instigar @ Mail Projeto Instigar @ RSS Feed

.

Anúncios

Somos o resultado de inúmeras escolhas

 

Divulgue para seus amigos

Somos o resultado de inúmeras decisões que tomamos no decorrer da vida.
Você está satisfeito com as suas escolhas?
 
“O que é que estou fazendo aqui?” ou “De novo eu me meti nisto?”
Quantas vezes você já se perguntou isto?
É como a armadilha pessoal do português: Diariamente ele faz o mesmo trajeto. Porém, certa vez, ele escorregou numa casca de banana e caiu no chão. No dia seguinte, havia outra casca de banana exatamente no mesmo lugar, e novamente escorregou e caiu. No terceiro dia, já mais esperto… percebeu de longe que havia uma nova casca de banana, e, antes mesmo de chegar lá, pensou: “Mas que chato! Novamente vou escorregar e cair!”
Você já foi protagonista desta anedota?
Exemplos clássicos estão no campo amoroso: pense no cônjuge, filho, mãe, pai, trabalho, ou mesmo uma atividade que ame muito – e exemplos de armadilhas pessoais aflorarão.
Mas porque, mesmo existindo diversas opções frente àquela situação, escolhemos escorregar e cair novamente? Continuar lendo

O que leva a população do Brasil ao uso indiscriminado de remédio tarja preta contra a Ansiedade?

Divulgue para seus amigos

Considerando a experiência clínica dos últimos anos, é comum observar que a ansiedade está entre uma das queixas mais frequentes daqueles que buscam o tratamento psicanalítico. Até mesmo para quem não é especialista nesta área, não há nenhuma novidade em relação a isto.

Porém recentemente tive acesso a este dado quantitativo: o Rivotril (remédio contra a ansiedade) é o segundo remédio mais vendido no Brasil, perdendo apenas para uma marca de anticoncepcional. (Fonte: IMS Health, publicada na revista Época em Fev/2009)

Este dado é absolutamente alarmante!

Certamente há casos graves, em que o grau de ansiedade é tão elevado, que quase impossibilita que as pessoas consigam minimamente se organizarem frente as suas vidas, nos quais ansiolíticos são um coadjuvante importante.

Porém, não me parece ser exatamente este o caso de todas as pessoas participantes desta estatística. Quantas destas pessoas não apelam para o uso de ansiolíticos apenas como uma “fuga”, pelo simples fato de não estarem dispostas a lidar com as dificuldades inerentes do seu dia a dia?

O que estou colocando em questão é a “banalização” da adoção de medicamentos… este é o dado alarmante.

Continuar lendo